quarta 12 Dez. 2018
  • Aumentar Tamanho de Letra id=
  • Tamanho de Letra Normal
  • Diminuir Tamanho de Letra
Topo

Destaque 5

Território

Destaque 3

Destaque 2

Exportação

Vinho Tinto DOC Beira Interior Beyra Grande Reserva 2015 distinguido como o Melhor Vinho da Beira Interior

O vinho Tinto DOC Beira Interior Beyra Grande Reserva 2015 do produtor Rui Roboredo Madeira, Vinhos, distinguido como o melhor Vinho do 10º. Concurso de Vinhos da Beira Interior, numa cerimónia realizada na Guarda.

10 Concurso de Vinhos

O Jantar de Entrega de Prémios do 10º. Concurso de Vinhos da Beira Interior que decorreu no Jardim Teles de Vasconcelos, que será brevemente a sede da CVR da Beira Interior, com a presença de cerca de 200 convidados, consagrou o vinho tinto Beyra Grande Reserva 2015, do produtor Rui Roboredo Madeira, Vinhos, S.A. como o Melhor Vinho da Beira Interior.

10º Concurso de VinhosPara além do melhor vinho da Beira Interior, o júri do Concurso realizado na Guarda, nos dias 19 e 20 de junho, atribuiu ainda 11 medalhas de ouro e 13 medalhas de prata, num total de 79 vinhos a concurso, em representação de mais de 28 associados da região.

Nos diversos discursos proferidos, foi enaltecido a qualidade superior dos Vinhos da Beira Interior e o importante trabalho que os produtores regionais têm vindo a realizar em prol do desenvolvimento deste setor estratégico. Foi ainda feita uma breve retrospetiva dos 10 concursos.

O Concurso de Vinhos da Beira Interior é promovido pela Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior - CVRBI e pelas Associações Empresariais da Guarda (NERGA) e de Castelo Branco (AEBB - Associação Empresarial da Beira Baixa) e contou com o apoio da Câmara Municipal do Guarda.

Clique para ver a lista de prémios.


AcreditaçãoA Comissão Vitivinícola da Beira Interior é organismo de certificação Acreditado pelo Instituto Português de Acreditação (IPAC).

O pedido de concessão de acreditação, formalizado pela Comissão Vitivinícola da Beira Interior, para a certificação dos produtos vínicos, com Denominação de Origem ”Beira Interior” e com Indicação Geográfica “Terras da Beira”, foi avaliado favoravelmente pelo IPAC a 13 de Outubro de 2016, tendo sido tomada a decisão de acreditação segundo o referencial NP EN ISO/IEC 17065:2014. Vinho com Denominação de Origem(DO) “Beira Interior” - e Vinho Espumante com DO Beira Interior, portaria nº 165/2005 (D.R. I Série-B Nº30 de 11 de fevereiro);

Vinho com Indicação Geográfica(IG) “Terras da Beira” - Vinho Frisante com IG Terras da Beira, Vinho Espumante com IG Terras da Beira, portaria nº 163/2011 (D.R. I Série-nº76 de 18 de Abril);

 

Com a publicação da portaria nº 280/2011, publicada em 17 de Outubro, a CVRBI havia sido designada, sob condição resolutiva, ao abrigo do determinado pelo Decreto-lei nº 212/2004, de 23 de agosto, como " entidade certificadora para exercer funções de controlo da produção e comércio e de certificação dos produtos vitivinícolas" com direito às denominações acima mencionadas.

"Esta acreditação vem reforçar e dar ainda maior responsabilidade ao nosso processo de certificação, que é absolutamente idóneo e imparcial, o que confere aos Vinhos da Beira Interior uma clara garantia de qualidade. Esperamos que esta acreditação, seja também mais um incentivo para que os nossos associados certifiquem mais Vinhos com DO Beira Interior e IG Terras da Beira.

Mais info:  http://www.ipac.pt/docsig/?Y3U8-Z62E-IG99-0R5Q


No passado dia 3 de Outubro de 2016 foi assinado o contrato de comodato entre o Município da Guarda e a Comissão Vitivinícola da Beira Interior. Neste documento, o Município cede à CVRBI o jardim do Solar Teles de Vasconcelos para as futuras instalações do Solar do Vinho da Beira interior.

14502683 1558753954150812 7376699265347131465 n

 

Durante a cerimónia que decorreu no edifício dos antigos Paços do Conselho foi apresentado o projeto da nova sede da autoria do arquiteto Jorge Palma. O espaço, cujas obras deverão arrancar durante as próximas semanas e que serão concluídas no prazo de um ano, será forrado com madeira criando relação com as barricas de carvalho tradicionalmente usadas para conservar o vinho.

Segundo o presidente da Comissão Vitivinícola da Beira Interior, Engenheiro João Carvalho a futura sede terá duas grandes vantagens: o edifício é feito à medida e ficará localizada num espaço onde já existe um espaço verde que faz parte do mundo dos vinhos.

    14604864 1558754034150804 2290463151036027417 n                   14485169 1558754090817465 4507744514124746893 n 

Clique aqui para Informação Edafoclimática